Depilação e seus métodos.

quinta-feira, outubro 06, 2011

Meninas, trouxe aqui para vocês os métodos existentes de Depilação, suas vantagens e desvantagens de cada método. Experimente e veja quais os métodos que vocês mais se adequam e posso garantir como Depiladora Profissional que Cera quente Roll-on e Cera quente espanhol são as mais aconselhadas, apesar de doerem pra caramba, os pêlos demoram muito para crescer e nem ficam visivelmente com as pontinhas pretas horrorosas, estes dois métodos com o tempo você fará a manutenção da depilação de 1 ou 2 vezes por mês, de 15 em 15 dias tranquilamente, fora que a dor também vai diminuindo a cada depilação.



Cera Roll-on (quente): um aparelho esquenta a cera, que é aplicada na área a ser depilada, e a depiladora a retira com um tecido falso
A favor: é um método barato e um dos mais higiênicos de fazer depilação. Ele garante que a cera usada em uma pessoa não será usada em outra
Contra: por ser difícil controlar a temperatura da cera, é um método perigoso e pode machucar a pele
Dicas: Existem linhas de cera para peles sensíveis, pêlos grossos e pele normal, peça à sua esteticista que providencie


Cera de Algas (quente): o método consiste em retirar os pêlos com a própria cera (sem papel). O produto tem propriedades hidratantes das algas marinhas, repondo a umidade de sua pele.
A favor: se for bem feita, não é dolorosa. É antialérgica e pode ser aplicada em grandes extensões
Contra: pode ser reaproveitada, não sendo muito higiênica. Se tiver varizes evite, pois o calor pode romper os vasinhos
Dicas: Exija cera nova quando for ao salão. A temperatura é essencial para eficiência deste método, tome muito cuidado com o profissional que fará a depilação para que não ocorram queimaduras


Cera fria: a cera é colocada em papel celofane e, logo depois, colada na área a ser depilada. As folhas são usadas ater perderem o poder de puxar os pêlos.
A favor: apresenta resultados mais duradouros e é muito higiênica, porque todo o material é descartável.
Contra: é mais demorada e dolorida
Dicas: Por ser geralmente feita em casa, a depilação com cera fria é higiênica, mas exige uma limpeza da pele com loção específica logo após. Ela remove restos de cera, evitando os encravados




Cera egípcia (quente): feita à base de mel, açúcar e limão, a cera é aquecida até o ponto ideal para aplicação com espátula e é retirada com papel depilatório
A favor: possui componentes naturais e é indicada para peles sensíveis
Contra: não é indicada quando os pêlos estiverem curtos
Dicas: Para que o resultado seja satisfatório, a cera precisa ser de boa qualidade e é importante saber como puxá-la corretamente. Não faça sozinha porque ela é uma das mais difíceis de serem puxadas e pode quebrar os pêlos.


Creme depilatório: os cremes depilatórios agem superficialmente e dissolvem o pêlo. O resultado é semelhante ao da lâmina
A favor: menos agressivo do que os outros métodos, pois dissolve a proteína que constitui o pêlo sem cortes.Dura até duas vezes mais do que o uso da lâmina. É indolor, o que é positivo para quem é sensível
Contra: não pode ser utilizado em peles machucadas ou irritadas. É preciso fazer um teste alérgico antes de usar para evitar hipersensibilidade. Cada embalagem custa de R$ 8 a R$ 15 e dura poucas aplicações
Dicas: Retire os pêlos com uma esponja macia para evitar agredir a pele. Caso restem alguns, utilize uma toalha fofa e umedecida para completar a depilação. Existem muitos géis e hidratantes pós-depilação, Vale a pena investir em um hipoalergênico para acalmar a pele.


Aparelhos eletrônicos (maquininhas de depilação): os pêlos são arrancados com uma máquina que desliza sobre a pele
A favor: arranca os pêlos pela raíz, por isso dura bastante. Não faz sujeira, já que os pelinhos são sugados pelo aparelho. Não costuma causar alergias e entre os métodos é o mais seguro para peles sensíveis.
Contra: tem um investimento inicial alto, pois os aparelhos costumam ser caros. Só pode ser usado ser houver pilhas ou tomadas por perto, não é uma boa opção para viagens. Dói tanto quanto a depilação com cera.
Dicas: Não dispense o uso de cremes pós-depilatórios para hidratar a pele. Cuidado com possíveis choques, por isso nunca utilize o aparelho com as mãos molhadas. Antes de comprar, pesquise os prós e contras de cada modelo e invista em marcas conhecidas.


Lâminas: é indicada em casos emergenciais e para complementar outros tipos de depilação
A favor: com certeza, é o método mais barato – é sempre bom ter uma lâmina nova em casa. Pode ser usada em qualquer lugar, sem precisar de luz ou pilhas
Contra: com o tempo, pode deixar as regiões depiladas mais escuras. Pêlos encravados são comuns quando se depila com lâmina. Como não tira os pêlos pela raiz, eles crescem após dois ou três dias.
Dicas: Aplique um pouco de condicionador antes de se depilar para deixar os pêlos macios. Passe a lâmina no sentido dos pêlos para não encravar. Prefira lâmina com fita lubrificante e com molas na base. As lâminas devem estar sempre muito limpas e novas para evitar que a pele fique machucada ou com alguma irritação.


Laser: A onda do laser é atraída pelo pigmento escuro, que age como um condutor, levando o calor até a matriz do pêlo, tendo pouco efeito sobre os fios claros , explica o dermatologista Fernando Bezerra.
A favor: a depilação a laser se consagrou como o mais eficaz protocolo de redução de pêlos. Ela elimina a raiz, o bulbo dos pêlos.
Contra: É o método de depilação mais caro. Os preços variam em função da área e do tipo de pêlo, o que determina o número de sessões. O tratamento completo para o buço, por exemplo, pode custar entre R$ 500 e R$ 800, para a virilha, entre R$ 800 e R$ 1.200, considerando quatro ou cinco sessões. Não é indicado para gestantes. O bom resultado depende do tipo de pêlo e pele da pessoa.
Dicas: A depilação a laser exige uma certa preparação. Em peles mais morenas, recomenda-se o uso de cremes clareadores para reduzir a possibilidade de manchas. E depois da depilação é muito importante proteger a pele contra o sol, com o uso de um protetor solar , afirma o dermatologista.


Cuidados antes e depois da depilação
- Procure depilar-se à noite. Assim a pele tem muitas horas longe do sol e de roupas mais apertadas para se recuperar;
- Sempre se depile com a pele limpa para evitar infecções;
- Se possível, depile-se após o banho. O vapor aumenta a elasticidade da pele e amolece o pêlo;
- Não aplique nada que possa provocar irritação na sua pele após a depilação;
- Durante esse tempo procure não expor a pele ao sol, água do mar, perfumes ou qualquer outro fator de irritação, incluindo sabonetes.
- Por fim, acalme e hidrate a pele com um pós-depilatório sem álcool após uma hora de finalizar o tratamento.



Leia também:

1 comentários

  1. Olá Ju. Estou fazendo depilação à lase nas axilias na Dpil (veja no google). Eles propõem depilação para a classe com poder aquisitivo menor. Eu pago R$ 55,00 em qualquer região do corpo. Bom né? Já estou com a segunda sessão agendada, gostei do atendimento e se surgir resultado te conto depois. Beijos.

    ResponderExcluir

❤ Posts Populares

❤ Curta no Facebook

❤ Último Vídeo